Satélite capta redemoinho no meio do oceano com mais de 144 km de largura

fonte: Jornal Ciência (Osmairo Valverde)

Um satélite da NASA forneceu imagens de um enorme redemoinho no fundo do mar. A massa de água em rotação – que mede inacreditáveis 144,6 km de largura – foi avistada na costa da África do Sul, por um satélite no dia 26 de dezembro de 2011, mas só agora a Agência Espacial Norte Americana liberou as imagens.

Apesar da assustadora imponência, a massa de água não é motivo de alerta internacional ou preocupação com os peixes da região. Na verdade, é mais provável que o redemoinho melhore a vida marinha por dispersar nutrientes, retirando alimento das profundezas e espalhando na superfície.

As tempestades do mar, mas conhecidos como vórtices, possuem formas bizarras de um turbilhão, formando-se em grandes profundidades. Este tipo de evento natural é chamado de Redemoinhos Agulha, e são considerados os maiores do mundo. A imagem foi capturada quando os satélites faziam um trabalho de varredura de rotina em nosso planeta.

Please follow and like us:

Um comentário sobre “Satélite capta redemoinho no meio do oceano com mais de 144 km de largura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *