Arquivo da tag: Camargo Correa

Jirau vende no mercado livre.

por Energia Hoje

Hidrelétrica de Jirau
Hidrelétrica de Jirau

A Energia Sustentável do Brasil (Enersus) realiza no próximo dia 20 o primeiro leilão para venda de energia da hidrelétrica de Jirau (3.300 MW) para o mercado livre. A quantidade de energia disponibilizada e o preço-mínimo da oferta serão definidos até o dia da concorrência.

Serão comercializados cinco lotes com previsão de entrega entre um e seis anos. A expectativa é de pouca venda nos produtos de 2012, limitados pela construção das linhas de transmissão. A estratégia da Enersus é testar o mercado para avaliar a demanda por contratos de médio e longo prazo.

“Nosso sonho de consumo é realizar um contrato de longa duração, de 30 anos, com um grande consumidor”, afirmou o presidente da Enersus, Victor Paranhos. A empresa espera reduzir a especulação na compra de energia elétrica, reduzindo os contratos de curto prazo pelo PLD.

As obras de Jirau estão 4% antecipadas, segundo Paranhos, que afirma que alguns equipamentos estão até sete meses adiantados. Em outubro, a Enersus deverá finalizar a instalação das comportas dos vertedouros da usina, que tem expectativa de início de geração em março de 2013.

A empresa, formada pela GDF Suez (50,1%), Eletrosul (20%), Chesf (20%) e Camargo Corrêa (9,9%), já investiu cerca de R$ 3 bilhões no empreendimento. Cerca de 30% do montante é de capital próprio e o restante, financiado.

Please follow and like us:

Novo contrato entre Geoambiente e o Consórcio CNCC – Camargo Corrêa – CNEC.

Consórcio CNCC e Geoambiente
Consórcio CNCC e Geoambiente

No dia 27 de julho, a Geoambiente confirmou em contrato a conquista de mais um projeto. Dessa vez o cliente é o CNCC – Consórcio CNCC – Camargo Corrêa – CNEC, composto pelo Grupo Camargo Corrêa, que destaca-se nos segmentos de cimento, construção, concessões de energia e ferroviárias, e a CNEC Worley Parsons Engenharia S.A, empresa com ampla experiência em exploração de petróleo, construção de refinarias, portos e plataformas em águas profundas.

O projeto consiste no desenvolvimento de um sistema para Gestão de Avanço de Obras que permitirá o cadastro de evidências fotográficas e/ou documentos relativos a cada evento da obra da Refinaria de Porto Suape da Petrobrás (avanços, eventos críticos, reuniões,serviços). Este sistema é importante para que os gestores ou contratantes tenham controle de todos os eventos críticos que ocorreram durante o período da obra. O sistema faz também um link entre os itens da EAP (Estrutura Analítica de Projeto) da obra e registros fotográfico ou documentos.

Esse projeto demonstra mais uma vez toda a qualidade e credibilidade do trabalho que a Geoambiente desenvolve. Parabéns a todos os envolvidos por mais uma importante conquista.

Em breve teremos mais notícias! Aguardem!

Please follow and like us:

Camargo Corrêa vai construir hidrelétrica de US$ 2 bi em Moçambique.

Construção de Usina Hidrelétrica em Moçambique

Folha.com

O governo de Moçambique aprovou a construção de uma usina hidrelétrica da ordem de US$ 2 bilhões, que será construída por duas empresas locais e pela brasileira Camargo Corrêa.

A obra faz parte de um movimento para aumentar a geração de energia e atrair investimento estrangeiro no país, informou nesta quarta-feira o jornal Notícias, controlado pelo governo.

Segundo a publicação, o ministro de Energia, Salvador Namburete, afirmou que a nova barragem de Mphanda Nkuwa será construída a 60 quilômetros da hidrelétrica de Cahora Bassa, no rio Zambezi, e será capaz de gerar 1.500 megawatts.

Namburete disse que 20% do controle da usina ficará nas mãos da estatal Electricidade de Moçambique (EDM), enquanto os 80% restantes serão compartilhados pela joint venture formada entre a empresa local Energia Capital e a Camargo Corrêa.

“Esta infraestrutura trará investimentos de qualidade que irão contribuir para a industrialização e o desenvolvimento econômico e social do país”, afirmou ele.

Segundo o ministro, quatro turbinas, cada uma com 375 megawatts de capacidade, serão construídas na primeira fase do projeto, que deve ter início em 2011.

Nesta quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe o primeiro-ministro de Moçambique, Aires Aly, em Brasília. A agenda com detalhes do encontro, no entanto, não foi disponibilizada.

Please follow and like us:

Geoambiente renova contrato com a Usina Salto Pilão.

Geoambiente renova contrato com a Usina Salto Pilão
Usina Salto Pilão

No mês de julho a Geoambiente renovou seu contrato com o Consórcio Empresarial Salto Pilão, composto pelas empresas do Grupo Votorantim (Metais e Cimentos), a DME Energética e a Camargo Correa Energia.

O consórcio foi responsável pelo projeto de construção da Usina Hidrelétrica da região, no rio Itajaí-Açu, entre os municípios de Apiúna, Lontras e Ibirama, no Alto Vale do Itajaí – Santa Catarina. Esse empreendimento absorveu um investimento de cerca de R$ 500 milhões e possui uma potência instalada de geração de 182,3 MW, suficiente para abastecer uma região do porte da Grande Florianópolis. Durante os 41 meses de construção e implantação, foram gerados aproximadamente mil e duzentos empregos, diretos e indiretos, priorizando a contratação de mão-de-obra local e o desenvolvimento da economia da região.

Como realizado nas fases de construção e implantação, a Geoambiente continuará a ser responsável por toda a gestão ambiental do empreendimento durante a licença de operação, por um período de dois anos.

Mais uma vez a Geoambiente reforça seu posicionamento no mercado como uma empresa competente e referência em qualidade.

Parabéns a toda a equipe!

Em breve teremos mais novidades!

Please follow and like us: