Arquivo da tag: Izabel Cecarelli

O Agronegócio que ganha força com Geotecnologias

Em entrevista para Sara Kirchhof, do Canal do Boi, Izabel Cecarelli explica como o uso de Geotecnologias é fundamental para agregar valor e segurança no Agronegócio, principalmente nas operações financeiras e de Barter.
Assista ao vídeo e acompanhe a entrevista. E para ter mais detalhes do DataSafra, plataforma de monitoramento agrícola por satélite, que mostra a evolução da safra em tempo quase real, acesse: www.datasafra.com.br

Please follow and like us:

DataSafra no programa Dia Dia Rural

No programa Dia Dia Rural (Canal Terraviva) desta segunda-feira (29 de julho), o apresentador Otávio Ceschi Junior recebeu, no quadro “Campo Digital”, Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente, para falar sobre o DATASAFRA e explicar como a plataforma de monitoramento agrícola que traz dados altamente estratégicos para inteligência de mercado e mitigação de riscos financeiros em operações de financiamento agrícola.

Assista à entrevista:

Please follow and like us:

DataSafra em destaque no programa Mercado Futuro

entrevistaEm entrevista para o programa Mercado Futuro, do Canal do Boi, Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente, apresenta o DataSafra, plataforma de monitoramento agrícola para inteligência de mercado e para mitigação de riscos financeiros em operações de financiamento agrícola. Na entrevista, Izabel também especifica os detalhes sobre o desenvolvimento e oferta da plataforma, além das diversas oportunidades para o público-alvo com o DataSafra.

Assista à entrevista:

Please follow and like us:

DataSafra permite acompanhar a evolução das safras de soja e milho safrinha em tempo real

Plataforma digital foi apresentada durante o TEA Brazil 2019

datasafra_assessoriadeimprensa

Ter na tela do computador, tablet ou smartphone a informação de que até o início de maio deste ano, a área plantada de milho safrinha no Mato Grosso era de exatos 4,8 milhões de hectares. Ou que a área plantada de soja da safra 2018/19 neste Estado foi de 9,1 milhões de hectares. Essa é a proposta do DataSafra, plataforma de monitoramento que facilita a análise comparativa de várias safras e foi apresentado por Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente durante o TEA Brazil 2019 – Fórum de Tecnologia na Agricultura, nesta quinta-feira (6), em São Paulo.

“O DataSafra detalha a evolução do plantio ao utilizar imagens de satélites e aplicar conceitos de Big Data e inteligência artificial, permitindo a tomada de decisão estratégica para fabricantes e distribuidores de insumos agrícolas, concessionárias de máquinas e implementos agrícolas, além de bancos e tradings”, explicou Izabel.

A plataforma inovadora possibilita transformar dados em indicadores, incluindo informações detalhadas por municípios e até por talhões. Em sua palestra, Izabel trouxe o exemplo de cidades que produziram na safra 2018-2019 entre 200 e 230 mil ha de soja que, apesar de manterem uma área plantada equivalente, apresentaram diferenças de comportamento, ou seja, períodos diversos de plantação, marcha de plantio e colheita. “Com isso, as empresas da cadeia do agronegócio podem realizar um melhor planejamento para suas equipes de vendas”, afirmou. “A plataforma permite, ainda, a integração com o sistema de CRM, o que significa analisar, em caso de um distribuidor de equipamentos, por exemplo, saber o tamanho da área plantada ou colhida com sua máquina ou de seu concorrente”, acrescentou.

No caso dos bancos e tradings, Izabel salientou que o DataSafra fornece gráficos e tabelas com históricos de produtividade das safras anteriores e o monitoramento da safra atual, do desempenho da lavoura e previsão sobre a colheita. “Com esses dados, as operações de barter ganham mais segurança, além de oferecer menor risco com consequente redução das despesas com fiscalização”, finalizou.

O TEA Brazil contou com uma programação ampla de palestras, ministradas por especialistas de instituições e empresas do setor. Além de Izabel, no painel Aumento da lucratividade com a transformação dos dados em indicadores e novas plataformas de comércio agrícola, participaram, Ricardo Inamasu, da Embrapa, Alex Santos, da Motorola, e Herlon Oliveira da Agrusdata.

No período da tarde, o evento apresentou painéis sobre segurança das informações, agrotecnologia, melhoramento genético das sementes e tendências globais de armazenamento, máquinas, fertilizantes e gestão no campo.

Assessoria de imprensa: Mecânica de Comunicação

Please follow and like us:

Izabel Cecarelli apresenta o DataSafra em entrevista ao canal Agropapo

A presidente da Geoambiente, Izabel Cecarelli, foi entrevistada no dia 23 de maio, por Ronaldo Luiz Araújo, articulador do Canal Agropapo (YouTube).
O tema da entrevista foi o DataSafra, plataforma de monitoramento agrícola para inteligência de mercado e para mitigação de riscos financeiros em operações de financiamento agrícola.

Assista à entrevista:

Please follow and like us:

Geoambiente recebe alunos de Engenharia Ambiental da EEL/USP

visita_eel_geombiente (18)

A Geoambiente encerra o mês de novembro com a visita de alunos de Engenharia Ambiental da Escola de Engenharia de Lorena (EEL/USP), sob a supervisão da Profª Danúbia Caporusso Bargos, que leciona a disciplina Sistema de Informações Geográficas na EEL.

Pela manhã, os alunos foram recepcionados pela equipe de Marketing da Geoambiente, além da Presidente, Izabel Cecarelli, e da Gerente de Projetos de Sensoriamento Remoto e Cartografia, Neila Ferreira. E no momento inicial da visita, Neila apresentou uma visão geral sobre a empresa, o mercado de Geotecnologias e alguns projetos desenvolvidos pela Geoambiente.

Momentos depois, o grupo de alunos foi dividido em duas turmas para assistirem a uma apresentação do Sistema Curupira, uma guiada por Neila e Ana Carolina Rezende, e outra, por Bruno Schultz e Tiago Pinheiro.

Os alunos, que pertencem às turmas do segundo, terceiro e quarto ano do curso, mostraram grande interesse nas apresentações do dia e não faltaram perguntas desde o primeiro momento das apresentações.

E o término da visita contou com um tour por dentro da empresa para conhecer os departamentos, principalmente a área que contempla a Engenharia.

Please follow and like us:

Geoambiente em destaque no XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto

SBSR

Izabel Cecarelli, Carina Rodrigues e Bruno Schultz estão representando a Geoambiente no XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, em Santos.
Em meio a vários trabalhos em apresentação nestes quatro dias de evento (28 a 31 de maio), a Geoambiente se destaca na exposição de três trabalhos:

· FIELD COLLECTOR: Aplicativo desenvolvido para inspeção ambiental de linhas de transmissão de energia elétrica (co-autores do projeto: Izabel Cecarelli, Maíra Dzedzej, Dione dos Santos e Tiago Pinheiro);

· Mapeamento automático da expansão da agricultura anual no MATOPIBA, entre 2002 e 2015, utilizando a plataforma GOOGLE EARTH ENGINE e

· Mapeamento e classificação de risco às queimadas – linhas de transmissão de energia elétrica (co-autoria de Carina Rodrigues, Maíra Dzedzej, Luciana Arasato e Julio Guerra).

Durante o XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 160 trabalhos aprovados, ao todo, estão sendo apresentados por empresas privadas, universidades, instituições de pesquisa, fundações, ao público técnico-científico das áreas de Sensoriamento Remoto e Geotecnologias.

Please follow and like us:

GEOAMBIENTE encerra com chave de ouro o projeto para a Semace

geoambiente_semaceNa sexta-feira, 09/12/2016, a Geoambiente, representada por sua diretora Izabel Cecarelli e pelo Geógrafo Alex Sousa, esteve presente no Palácio da Abolição, sede do Governo do Estado do Ceará para apresentar os resultados do projeto Reestruturação e Atualização do Mapeamento do Zoneamento Ecológico-Econômico da Zona Costeira e Unidades de Conservação Costeiras do Estado do Ceará.

A cerimônia foi presidida pelo Governador do Estado do Ceará, Camilo Santana e a mesa foi composta pelo Secretário Estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno, pelo Superintendente da Semace, José Ricardo Araújo Lima e grande número de autoridades e representantes da sociedade com assento no Conselho Estadual do Meio Ambiente.

geoambiente_semace_mesa

Com os resultados do Projeto desenvolvido pela Geoambiente, o Governo do Ceará terá mais elementos para atrair investimento que promovam o crescimento econômico e o desenvolvimento sustentável.

10

 

geoambiente_semace_alex

Além disso, os resultados do estudo ajudarão no planejamento territorial e no estabelecimento de diretrizes para o zoneamento da faixa costeira do Estado, precisão no posicionamento cartográfico das unidades mapeadas, facilitando suporte técnico à Semace na execução de suas atividades de planejamento, fiscalização, licenciamento e monitoramento ambiental.

geoambiente_semace_conclusaoprojeto
Izabel Cecarelli (Diretora da Geoambiente) entrega marco do projeto a José Ricardo Araújo Lima (Superintendente da Semace) pela conclusão do projeto “Reestruturação e Atualização do Mapeamento do Zoneamento Ecológico-Econômico da Zona Costeira e Unidades de Conservação Costeiras do Estado do Ceará”.
geoambiente_equipe_semace
Equipe Geoambiente do projeto para a Semace.


Breve ficha técnica do projeto:

Coordenação do Projeto
André Luis de Pádua Santos, Engenheiro Cartógrafo
Júlio Bandeira Guerra, Geógrafo, Mestre em Sensoriamento Remoto

Coordenação Técnica dos Mapeamentos de Unidades Geoambientais, Potencialidade de Uso e Capacidade de Suporte a Impactos Cumulativos e de análise ambiental integrada
Alex da Silva Sousa, Geógrafo, Mestre em Geografia Física 

Coordenação Técnica do Mapeamento de Uso e Cobertura do Solo
Rogério de Sousa Bueno Silva, Engenheiro Ambiental

Confira algumas fotos do evento:

 

Please follow and like us:

Geoambiente no 1º Workshop do Projeto de P&D ANEEL – 0044 – Faixa de Servidão

geoambiente_workshop_taesa
(dir. para esq.) Carina Rodrigues, Maíra Dzedzej e Júlio Guerra

Os dias 1 e 2 de dezembro foram marcados pelo 1º Workshop do Projeto de P&D ANEEL 0044 – Faixa de Servidão, organizado pela TAESA (Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A.), Geoambiente, ANEEL e Ekocap, na Universidade de Brasília.

Com o objetivo de apresentar e discutir os resultados parciais do projeto, a equipe da Geoambiente (representada por Izabel Cecarelli, Maíra Dzedzej, Carina Rodrigues e Júlio Guerra) e da TAESA realizaram palestras e dinâmicas de grupo entre o público convidado.

Nas palestras, foram apresentados os conceitos, entendimentos e resultados previstos e já alcançados no projeto “Estudo de Ações para Mitigação de Riscos de Desligamento das Linhas de Transmissão por Queimadas e Avaliação de Métodos de Manutenção de Faixas de Servidão”.

Confira algumas fotos do evento:
Please follow and like us:

GEOAMBIENTE fornecerá imagens de radar para o monitoramento da Amazônia

Com o intuito de estabelecer um monitoramento mensal das atividades de desmatamento no período de maior cobertura de nuvens utilizando imagens orbitais na Amazônia Legal, o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia – CENSIPAM conduziu, através do Portal de Compras do Governo Federal, um processo licitatório para o fornecimento de imagens de satélite de Radar de Abertura Sintética (SAR), para um total de 6.287.000 (seis milhões, duzentos e oitenta e sete mil) Km².

A GEOAMBIENTE venceu esta licitação, e vai fornecer, em parceria com a Telespazio/eGeos, imagens de programação a serem coletadas em 2016 pela Constelação Cosmo-SkyMed, Banda X.

Esta iniciativa vai propiciar maior eficiência na observação dos desmatamentos, com a coleta sistemática de dados em curto espaço de tempo, maior cobertura de extensão territorial e redução de custos, se comparado ao imageamento com sensor SAR aerotransportado. A motivação para a contratação é a demanda anual do monitoramento da Amazônia no período de maior cobertura de nuvens (de outubro a abril), no que tange a observação da região denominada Arco do Desmatamento (parte dos Estados do Acre, Rondônia, Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Tocantins, Pará e Maranhão), mais o Estado do Amapá. Esta necessidade está fundamentada sobretudo nas diretrizes do Gabinete de Gestão Integrada para a Proteção do Meio Ambiente (GGI-MA).

Embora o projeto tenha como foco justamente a área de concentração de desmatamento nos anos de 2011 a 2012, apresentada na figura a seguir, parte das imagens poderá ser solicitada para imageamento de áreas que tenham sido alvo de desastres naturais ou eventos extremos em qualquer parte do território nacional.

Imagem: Área de interesse do projeto compreendendo o Arco do desmatamento.
Imagem: Área de interesse do projeto compreendendo o Arco do desmatamento.

As imagens serão utilizadas pelo Centro Regional de Belém (CR/BE), pelo Centro Regional de Manaus (CR/MN), pelo Centro Regional de Porto Velho (CR/PV) e pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CCG/Brasília).

Segundo Izabel Cecarelli, Diretora Presidente da GEOAMBIENTE, trata-se de um contrato de grande importância sob o aspecto de avanço tecnológico no monitoramento de florestas naturais. A Geoambiente está muito satisfeita de contribuir com mais este projeto de grande relevância no cenário nacional e para o meio ambiente.

“Gostaria de agradecer ao CENSIPAM pela escolha. Telespazio (empresa Finmeccanica/Thales),  tem orgulho em poder contribuir junto a Geoambiente num projeto tão importante como o monitoramento do desmatamento da Amazônia, para o qual as características da constelação de satélites radar Cosmo SkyMed são particularmente idôneas e eficazes”, afirma Marzio Laurenti, Presidente da Telespazio Brasil.

A Geoambiente é pioneira em Sensoriamento Remoto no Brasil. Atua no mercado há mais de 20 anos, oferecendo soluções em Geotecnologia com alto padrão tecnológico no uso de Sensoriamento Remoto, Banco de Dados e Sistemas de Informações Geográficas. A Geoambiente também é revendedora oficial de Google Maps para empresas e governo.

Please follow and like us: