Google será sócio de projeto de energia eólica na costa americana.

por Folha.com

O Google anunciou ontem que será sócio de um projeto de US$ 5 bilhões (cerca de R$ 8,3 bilhões) para construir linhas de transmissão submarinas que conduzirão energia de parques eólicos na costa do Atlântico, nos Estados Unidos.

O projeto, que tem a conclusão prevista para 2020, é uma parceria entre a empresa de tecnologia com companhias de energia americanas e japonesa.

A rede de cabos terá mais de 200 quilômetros de extensão e capacidade inicial para gerar 2.000 megawatts, o suficiente para abastecer cerca de 500 mil casas.

O Google terá 37,5% do projeto. Em maio, a empresa havia feito o primeiro investimento em energia limpa: injetou US$ 38,8 milhões em duas eólicas na Dakota do Norte.

Especialistas acreditam que o projeto ajudará a reduzir os custos iniciais para desenvolvimento de projetos eólicos afastados da costa e que pode servir de estímulo para a entrada de companhias europeias do setor aos Estados Unidos.

Apenas um projeto eólico fora da costa foi aprovado nos Estados Unidos até hoje. Uma série de projetos para a costa Leste, no entanto, aguarda aprovação.

O Departamento de Defesa americano, que tem a meta de alcançar 25% do seu consumo de energia de fontes renováveis até 2025, trabalha para evitar que o projeto afete rotas de navegação.

 

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

5 mitos sobre a estratégia multicloud
Google Cloud
Google Cloud
Google Cloud
multicloud
Cloud Run: desenvolva aplicações em contêiners sem servidor no Google Cloud
Anthos
Google Next
multicloud
GoogleCloud
DataFlow
Google Maps
Google Cloud
Google Maps