Arquivo da tag: planejamento

Agility no foco das prefeituras na Smart City Business America

smartcitybusinessamerica

Entre os dias 22 e 24 de julho, a Geoambiente o convida para o evento SMART CITY BUSINESS AMERICA, em São Paulo.

Participe do evento e conheça o AGILITY, a plataforma que une planejamento, gestão e atendimento das solicitações enviadas pelos cidadãos às prefeituras. Com o uso de Inteligência Artificial e Machine Learning, o sistema conta com grandes diferenciais como triagem e planejamento automáticos sobre todas as solicitações da população, otimizando tempo, reduzindo custos e trazendo melhor eficiência às prefeituras no atendimento e solução dos chamados.

Inscrições: http://expo.scbamerica.com/site/scbbr2019/inscricoes

Please follow and like us:

Bancos e empresas financeiras também contam com a API do GOOGLE MAPS

Se você achou que empresas do mercado financeiro não teriam nenhuma compatibilidade ou um porquê de usar a API do GOOGLE MAPS para seus negócios, você se enganou. Bancos e empresas financeiras respiram análises e estratégias em seu dia-a-dia.
Um dos benefícios que a API do GOOGLE MAPS trazem a estas empresas é a ANÁLISE DE CLIENTES, através de:
– compreensão muito mais precisa sobre os clientes;
– segmentação de locais para estudos sobre clientes, prospects, novos produtos e expansões;
– ajustes e formatações de estratégias de Marketing.

blog_bancos_financas_googlemapsapi

O uso da API do GOOGLE MAPS nos sistemas traz análises com melhor precisão e estratégias mais eficientes, através da visualização de dados estratégicos sobre mapas e a personalização destes para a extração de informações valiosas.
A API do GOOGLE MAPS é um recurso fundamental para o sucesso do planejamento dos bancos e empresas do mercado financeiro.

Entre em contato com nossa equipe e conheça os benefícios que a API do GOOGLE MAPS oferece aos seus negócios.
E-mail: querosabermais@geoambiente.com.br
Telefone: (12) 3878-6400

Acesse também: http://www.geoambiente.com.br/maisqueummapa

Please follow and like us:

EMPRESAS DE RASTREAMENTO E LOGÍSTICA – GRANDES VANTAGENS COM GOOGLE MAPS API

googlemapsapi_logistica_geoambiente

Associa-se muito o termo “rastreamento” ao conhecimento sobre a localização de veículos automotivos, mas para as empresas, ter a localização de sua equipe atuando em campo também é fundamental para o bom gerenciamento de pessoas e recursos, além de gerar informações para estratégias de seus negócios e otimizar o trabalho realizado por todos.
Com a API do GOOGLE MAPS, as possibilidades são infinitas, inclusive a gestão de frotas e equipes em campo, além da geração de informações e dados que melhoram a tomada de decisões nas ações estratégicas.

Há várias outras vantagens que a API do GOOGLE MAPS oferecem às empresas de logística e rastreamento. Confira nestes outros posts do blog:

http://www.geoambiente.com.br/blog/2017/05/15/vantagens-da-api-do-google-maps-para-empresas-de-logistica

http://www.geoambiente.com.br/blog/2017/05/26/mais-vantagens-da-api-do-google-maps-para-empresas-de-logistica

A API do GOOGLE MAPS é um dos melhores recursos estratégicos que você pode ter em mãos para o sucesso de seus negócios.
Entre em contato com a GEOAMBIENTE para obter a licença da API DO GOOGLE MAPS e começar a explorar todas as vantagens deste grande recurso para seus negócios.
Envie e-mail para querosabermais@geoambiente.com.br ou ligue para (12) 3878-6400.

Mais informações sobre a API do GOOGLE MAPS para empresas de logística/rastreamento, acesse: http://www.geoambiente.com.br/googlemapsapi/rastreamento

Please follow and like us:

Google Maps API na concretização de suas ideias

geoambiente_desenvolvimento_googlemapsapiIdeias boas estão por todos os cantos. Para levar adiante essas boas ideias, é fundamental que haja vontade acima de tudo. Mas para que estas boas ideias realmente tenham sucesso, é mais que fundamental contar com as ferramentas certas.

Uma das ferramentas que irão ajudar sua empresa é a API do Google Maps porque ela é completa nos recursos, no suporte, na facilidade do uso pelos desenvolvedores e por todas as possibilidades que ela proporciona na concretização de suas ideias e planos. Mas acima de tudo, a versatilidade que a API do Google Maps oferece é o que se destaca entre todos os benefícios pois não há limitações de mercados, ou seja, seu app ou sistema pode ser direcionado ao mercado financeiro, logístico, educacional, varejista e todos os demais.

Qualquer que seja a sua ideia, você sabe que com o uso da API do GOOGLE MAPS os caminhos estarão sempre abertos.

Confira mais informações sobre como a API poderá auxiliá-lo no desenvolvimento de suas ideias: http://www.geoambiente.com.br/googlemapsapi/desenvolvimentodesoftware/

Nossa equipe também está pronta para tirar suas dúvidas e dar todas as informações sobre a API do GOOGLE MAPS: querosabermais@geoambiente.com.br ou (12) 3878-6400

Please follow and like us:

Geoambiente oferece Bases de Dados para o Agronegócio

basedadosagro

Em março de 2016, o Agronegócio respondeu por mais da metade de todas as vendas externas do Brasil, tanto em valor (cerca de US$ 8,35 bilhões), quanto em volume.*

* dados do Ministério da Agricultura – 08/04/2016

Este fato espelha o desenvolvimento e a revolução que está ocorrendo no mercado brasileiro do Agronegócio. Estamos falando de um crescimento homogêneo da qualidade pelos produtores, alavancado pela competitividade do próprio setor.
Dados e informações que auxiliem no planejamento agroeconômico dos produtores têm se tornado grandes aliados de uma produção cada vez mais otimizada. Os dados também levam assertividade e informação em tempo hábil para os programas agrários do governo e incrementam o grande potencial de análise às instituições financeiras. Para todos estes agentes, as informações e dados de mercado abrem portas para melhores resultados através de ações estratégicas.

Atendendo às demandas de dados estratégicos do Agronegócio brasileiro, a GEOAMBIENTE oferece a BASE DE DADOS DE INTELIGÊNCIA DE MERCADO – Dados e informações estratégicas em mapas para planejamento, análises e ações no mercado agrícola.

basedadosagro2

Entre os inúmeros exemplos de demandas que podem ser supridas pelas bases de dados de inteligência de mercado da GEOAMBIENTE, podemos citar :

basedadosagro3

Com base nestas respostas, pode-se subsidiar a tomada de decisão nos diversos níveis (estratégico, tático e operacional), que facilitarão o planejamento de produções agro-pecuárias para os produtores rurais, estudos e análises comerciais para indústrias de máquinas e insumos, além de dados para instituições financeiras, atendendo às demandas customizadas de todos.

Ter em mãos as informações georreferenciadas, estruturadas, precisas, atualizadas e disponíveis em tempo hábil é um DIFERENCIAL que pode lhe destacar no mercado, atraindo diversas oportunidades de negócios.

QUEM PODE BENEFICIAR-SE DESTE SERVIÇO:

  • Produtores de insumos agrícolas (sementes, fertilizantes, defensivos agrícolas, tratores, colheitadeiras e implementos agrícolas)
  • Bancos
  • Seguradoras
  • Cooperativas
  • Produtores rurais
  • Associações de produtores
  • Associações de municípios
  • Secretarias de Meio Ambiente e Agricultura

Entre em contato conosco e conheça todas as possibilidades dos serviços voltados ao Agronegócio oferecidos pela GEOAMBIENTE.

Surpreenda-se com nossas condições comerciais e com os resultados que você e sua empresa poderá obter, independente do tamanho da sua empresa ou propriedade rural.

 

Please follow and like us:

Geoambiente na 1ª Semana de Planejamento Territorial

geoambiente_carina
Carina Rodrigues, Geógrafa da Geoambiente.

A Geoambiente, representada pela geógrafa Carina Rodrigues, foi convidada a participar da 1ª Semana de Planejamento Territorial, na UFABC (Universidade Federal do ABC), em São Bernardo do Campo.

Com o público formado por estudantes e professores da UFABC, além de outras instituições de ensino superior e prefeituras, o objetivo do evento foi apresentar e dialogar sobre as demandas e expectativas do mercado de trabalho, especialmente sobre planejamento territorial.

geoambiente_carina_UFABC
Vários projetos da Geoambiente foram apresentados durante o evento.

Carina apresentou a Geoambiente e alguns projetos com sistemas da plataforma Google, incluindo o sistema desenhado para a mineradora Anglo American Brasil, além de participar do debate com representantes dos segmentos públicos, privado e ONGs que trabalham com planejamento territorial.
geoambiente_UFABC

 

Please follow and like us:

Geoambiente em projeto de GIS Corporativo para a mineradora Anglo American

Num total de 15 meses de projeto, com o objetivo de avaliar e desenvolver a implementação de ambiente GIS Corporativo para todas as áreas da unidade de negócio Minério de Ferro Brasil da Anglo American, a equipe de GIS TI da Geoambiente encerra 2015, com chave de ouro, finalizando o projeto para a mineradora.

Nas instalações da Anglo American, em Belo Horizonte, Conceição do Mato, Santo Antônio do Gramo (todas em MG) e São João da Barra (RJ), a Geoambiente tinha como objetivo mapear todas as demandas de GIS existentes, caracterização do cenário atual da Anglo American e propor um modelo GIS Corporativo que atenda a todas demandas identificadas, incluindo as futuras.

geoambiente_angloamerican
Da esq. para dir. – Alexandre Hashimoto, Joyce Tosetto, Luciano Barão, Maíra Dzedzej e Danilo Palomo.

O projeto envolveu 71 reuniões com 133 profissionais da Anglo American de 30 áreas no total, entre eles: Engenharia, transporte, desenvolvimento social, Geociências e licenciamento/desenvolvimento sustentável. E todo o processo contou com 5 etapas, incluindo a gestão e o acompanhamento pela Geoambiente:

  1. Planejamento;
  2. Assessment;
  3. Infraestrutura do Sistema;
  4. Arquitetura do Sistema;
  5. Políticas, Normas e Procedimentos;
  6. Gestão e acompanhamento.

O planejamento inicial contou com plano de trabalho sobre todo o processo a ser seguido (características do projeto, metodologia de trabalho e cronograma). Além do plano de trabalho, também houve o plano de comunicação e as entrevistas de diagnóstico com os profissionais de diversas áreas da Anglo American.

Ainda na etapa inicial, foi produzido o relatório de diagnóstico com mapeamento dos processos que têm a necessidade de informações georreferenciadas na empresa.

Para Maíra Dzedzej, Engenheira Florestal, Especialista em Recursos Hídricos e Meio Ambiente da Geoambiente, o projeto foi intenso e muito gratificante: “Dentre as diversas etapas do projeto esta foi a que estive mais envolvida. A etapa de levantamento de informações nos fez mergulhar intensamente nas atividades da empresa para o entendimento das reais necessidades dos usuários com relação ao GIS Corporativo.
Fisicamente foi um caminho árduo, perfazendo o caminho do minério, paralelamente ao duto e, cobrindo todos os potenciais usuários que necessitam de dados geográficos. Foi intenso. Mas, muito gratificante. Entrevistamos diferentes usuários e conversamos sobre diferentes temas em todas as áreas da empresa. Foram identificados usuários júniors, avançados e os que nem se julgavam usuários. Boas expectativas e ganhos foram apontados com a futura implantação do GIS. Os diferentes usuários, necessitam da ferramenta.
A primeira fase completa (entrevistas e relatório) levou cinco meses para ser concluída e foi realizada com muita interação da equipe multidisciplinar da Geoambiente e colaboradores da Anglo American, do Comitê GIS. Sem eles o trabalho não seria possível pois abriam portas e a discussão sobre o tema, nas diferentes áreas. A convivência e a interação no território mineiro foram especiais”.

A segunda etapa contou com a Arquitetura Conceitual, o processo a ser seguido após o diagnóstico das áreas da Anglo American, visando auxiliar na definição do funcionamento do GIS Corporativo.

E em seguida, a terceira etapa, com a infraestrutura do sistema, em que houve o planejamento e a definição das características da Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE) do GIS Corporativo, propondo informações referentes à estrutura de hardware e software que comporão o ambiente GIS.

São previstos cenários de crescimento, com especificação detalhada de hardware, licenças de software e aplicativos a serem adquiridos, desenho da estrutura organizacional e de instalações no mesmo ambiente, tanto para curto e médio, assim como para longo prazo.

Segundo Alexandre Hashimoto (Analista de Sistemas e Analista de Banco de Dados Geoambiente), a etapa não foi algo simples: “O relatório de infraestrutura do sistema foi de alta complexidade, pois estabeleceu um ambiente completo de uma IDE – Infraestrutura de Dados Espaciais do GIS Corporativo. Não foi somente definir software e hardware, mas também foi preciso justificá-los. E como se trata de uma empresa que possui uma grande equipe de TI, as justificativas técnicas precisaram ser de alto nível. Outro ponto de complexidade foi a definição da infraestrutura para os horizontes de curto, médio e longo prazo, ou seja, foi preciso definir estruturas escaláveis para que a implantação do projeto fosse realizada em fases”.

A quarta etapa, Arquitetura do Sistema, propõe a estruturação de softwares que suportarão as necessidades levantadas, atendendo aos cenários de curto a longo prazos do GIS Corporativo.

E por último, a etapa de políticas, normas e procedimentos em que houve a elaboração de um conjunto de documentos para suportar a administração e a manutenção do ambiente GIS Corporativo.

Para Danilo Palomo, Analista de Sistemas GIS Geoambiente, o projeto em sua etapa final foi de grande importância para a Anglo American e para a Geoambiente: “Nesta etapa utilizamos o entendimento da estrutura organizacional adquirido nas fases anteriores com o conhecimento da equipe em GIS para a definição dos padrões que deverão ser adotados e construção dos instrumentos normativos que deverão ser aplicados para a utilização, manutenção, difusão e evolução da utilização do GIS dentro da Unidade de Minério de Ferro da Anglo American (MFB).
As Políticas e Normas foram elaboradas de forma a se tornarem as regras básicas que orientam a tomada de decisão na organização na utilização do GIS, refletindo o pensamento da organização com relação ao GIS, servindo de orientação para a definição das estratégias, táticas e planos operacionais. Os procedimentos definem padrões, parâmetros e responsabilidades para a execução dos processos envolvendo GIS. Esses procedimentos são importantes para a implantação do GIS Corporativo e seu crescimento de forma madura e ordenada dentro da organização.
Foram realizadas várias discussões com os colaboradores da Anglo American para o enriquecimento dos documentos, para que esses reflitam as necessidades e objetivos a serem alcançados pela MFB com a utilização do GIS”.

Todo o projeto da Geoambiente com a Anglo American teve a gestão e o acompanhamento feito por Joyce Tosetto, gerente de projetos Geoambiente, contando ainda com monitoramento, controle e emissão de relatórios semanais de acompanhamento.

“O projeto Anglo foi desafiador pela quantidade de dados geográficos envolvidos em nossos processos de negócio da empresa, onde entrevistamos mais de cem pessoas, em quatro plantas diferentes. Hoje, esses dados estão mapeados com a modelagem do banco dados já disponível, além do plano de implantação de GIS Corporativo de curto, médio e longo prazo, fornecendo todas as orientações técnicas necessárias para transformar o GIS em uma solução capaz de alcançar reais reduções de custos e agilidade para tomada de decisões”, afirma Joyce.

Please follow and like us: