Arquivo da tag: SEMMAM

Geoambiente levando o SIGA para São Luís

Para gerenciar uma grande capital com mais de 1 milhão de habitantes, a Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de São Luís do Maranhão (SEMMAM) sempre buscou a ordem e a conservação do meio ambiente sincronizados com o progresso e o avanço industrial e tecnológico.

E foi dando mais um passo adiante em seu planejamento que a SEMMAM solicitou os serviços da Geoambiente, para desenvolver o projeto SIGA (Sistema de Informações para Gestão Ambiental).

O SIGA foi desenvolvido para atender não só a SEMMAM, mas também a população ludovicense, com a missão de:

  • levar transparência e agilidade ao processo de licenciamento ambiental por meio do fornecimento de informações aos gestores ambientais e à população, com fácil acompanhamento dos processos de licenciamento pelos requerentes/empreendedores;
  • fornecer à população a possibilidade de registrar denúncias de não-conformidades ambientais através de ferramentas com uma interface amigável em dispositivo móvel;
  • possibilitar o monitoramento de resíduos de construções civis para que estes não sejam deixados em rios, mangues, áreas verdes e áreas livres, assim como em áreas de preservação.

Com estas possibilidades, o SIGA oferece agilidade para a tomada de decisões da SEMMAM.

SIGA
Equipe Geoambiente para o projeto do SIGA: (atrás, esq. para dir.): Carolina Landim, Mateus Pontes, Luis Filipe Mota, Carlos Portes e Joyce Tosetto. (frente): Tiago Pinheiro e Miriam Carvalho.


Foram 14 meses de trabalho intenso da equipe Geoambiente neste projeto, que foi estruturado em 6 módulos:

  • Controle de acesso
  • Administração
  • Controle do processo de licenciamento ambiental
  • Relatório (sobre cada solicitação do licenciamento e seu status)
  • Fiscalização ambiental
  • Público (consulta pelo público sobre as Áreas de Proteção Ambiental, hidrografia, parques ecológicos, áreas de risco, entre outros).

A equipe Geoambiente atuou no levantamento e especificação de requisitos, passando por implementações web e móveis (Android e iOS), implantação no cliente, treinamento dos usuários e transferência tecnológica, até as questões jurídicas de garantia legal. Foi um trabalho completo!

saoluis_geoambiente_treinamento
Treinamento Geoambiente da equipe da SEMMAM para uso do SIGA

Para Carolina Landim, analista de sistemas e analista desenvolvedora Geoambiente, o projeto teve grande importância, principalmente para os licenciamentos: “Foi desafiador e de grande satisfação atuar nesse projeto de Gestão Ambiental, em que procuramos manter o foco no objetivo principal do cliente que era agilizar o processo de Licenciamento Ambiental e permitir que o próprio empreendedor possa fazer tal solicitação; além de permitir que a população faça denúncias de infrações ambientais através de seus smartphones.
Acredito que o sistema trará grande benefício aos empreendedores que poderão solicitar os licenciamentos através da Internet e acompanhar o andamento dos processos a qualquer momento com maior transparência”.

Para a versão web do SIGA, acesse: http://sigasemmam.saoluis.ma.gov.br/siga

Para a versão mobile do aplicativo SIGA Denúncia, acesse: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.geoambiente.sigadenunciainfracao

Please follow and like us:

Prefeitura de São Luís em treinamento para gerenciar plataforma digital de atendimento na área ambiental

A equipe técnica da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam), os servidores da Secretaria Municipal de Informação e Tecnologia (Semit) e demais colaboradores recebem treinamento para gerenciar plataforma digital de atendimento na área ambiental. A Prefeitura de São Luís realiza a capacitação até a próxima quinta-feira (24).

saoluis_geoambiente_treinamento
Mateus Pontes (Desenvolvedor sênior Geoambiente) conduzindo treinamento para a equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Luís.

Os técnicos ficarão responsáveis pelo gerenciamento da Semmam digital, plataforma online que vai dinamizar o serviço de atendimento ao público da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam).

De acordo com o secretário Marco Aurélio Diniz, a plataforma poderá ser acessada no site da instituição para pedidos de licenciamentos ambientais e acompanhamento de processos. “Um dos maiores benefícios desta plataforma é a agilidade que será dada aos processos. Como todos eles serão digitalizados, o acesso aos documentos é feito com mais rapidez, o que torna a decisão sobre licenciamento e outros pedidos muito mais ágil. Com a Semmam digital vai ser possível desburocratizar os pedidos de licenciamento via internet, a qualquer hora, de qualquer lugar”, afirma o titular da Semmam, Marco Aurélio Diniz.

SEMMAM DIGITAL

A plataforma digital reduzirá o consumo de papel e outros insumos e será um canal aberto para envio de denúncias por parte da população, através de um aplicativo específico que poderá ser baixado na plataforma. “Estamos preparando nossa equipe para, então, poder disponibilizar o acesso ao público. A plataforma será uma ferramenta útil para a população denunciar abusos contra o meio ambiente, além de trazer importante retorno ambiental se consideramos a redução do consumo de papel, necessário no processo físico”, completou o secretário Marco Aurélio Diniz.

Fonte: http://www.agenciasaoluis.com.br/noticia/15127

Please follow and like us:

Desenvolvimento e implementação do SIGA pela Geoambiente

A Secretaria de Meio Ambiente de São Luís tem grande preocupação em dar agilidade aos processos de melhoria contínua da vida da população local.

Projeto SIGA - Geoambiente

Pensando nisso, a GEOAMBIENTE desenvolveu e está implantando o SIGA (Sistema de Gestão Ambiental) para a Secretaria de Meio Ambiente de São Luís.

Tiago Pinheiro e Joyce Tosetto, da Geoambiente.
Tiago Pinheiro e Joyce Tosetto, da Geoambiente.

A gerente de projetos, Joyce Tosetto, e o analista de sistemas, Tiago Pinheiro, responsáveis por este projeto, estiveram em reunião com o Secretário de Meio Ambiente de São Luís, Marco Aurélio Diniz, o Chefe de Gabinete, José Saraiva Júnior, além da equipe de apoio da Prefeitura de São Luís, para alinhamento de todos os detalhes finais de implementação do projeto na capital maranhense.

Com o SIGA, o trabalho da Prefeitura conseguirá promover melhorias na gestão técnica e operacional dos processos ambientais em São Luís, ou seja, os cidadãos ludovicenses poderão cadastrar uma denúncia pelo app mobile (dos sistemas iOS e Android), os requerentes de um empreendimento poderão acompanhar o processo de licenciamento por meio do portal SIGA, haverá maior agilidade na fiscalização ambiental, monitoramento e decisões a serem tomadas pela Secretaria de Meio Ambiente, além de várias outras possibilidades.

Mateus Pontes, responsável pelo desenvolvimento mobile do SIGA
Mateus Pontes, responsável pelo desenvolvimento mobile do SIGA

Mateus Pontes, desenvolvedor de aplicações da Geoambiente, ficou responsável por toda a complexidade de criação e desenvolvimento mobile do SIGA. A possibilidade de usar dispositivos móveis, tanto pela população local como pela Secretaria de Meio Ambiente de São Luís, é fundamental para o sucesso do uso do sistema e da eficiência nas ações e resultados.

As interfaces amigáveis receberam grande contribuição de ideias do Analista Desenvolvedor de Sistemas, Luis Filipe Guedes Mota, que atuou focado no desenvolvimento do SIGA, implementando a maioria das funcionalidades. Assim como Carolina Landim, também Analista Desenvolvedora de Sistemas e responsável pelo apoio às atividades de análise, que realizou testes na aplicação, gerou a documentação de relatórios de evolução e também apoiou o desenvolvimento do sistema.

Desenvolvido em ambiente web corporativo, o SIGA é composto por:

  • Sistema de controle de processos
  • Sistema de licenciamento e fiscalização ambiental
  • Sistema de gerenciamento de resíduos sólidos da construção civil
  • Módulo mobile para denúncias de infrações ambientais
  • Módulo público em interface Google Maps API para solicitação e acompanhamento de processos de licenciamento e outros.

geoambiente_siga1

geoambiente_siga2

O SIGA conta com vários campos definidos em sistemas de coordenadas geográficas, como: relevo, hipsometria, cobertura vegetal, áreas de recarga de aqüíferos, zonas de risco, abastecimento de água, bairros, UCs (Unidades de Conservação), entre outros.

Para soluções em gestão ambiental e em outros segmentos, conte com a GEOAMBIENTE.

Nossa equipe está pronta para entender suas necessidades: http://www.geoambiente.com.br/faleconosco.html

Please follow and like us:

Prefeitura de São Luís implantará sistema de georreferenciamento ambiental

fonte: Prefeitura Municipal de São Luís

00018

 

A Prefeitura de São Luís está avançando no processo de informatização da gestão ambiental. Nesta quinta-feira (23), foi realizada uma reunião entre representantes da Secretaria de Projetos Especiais (Sempe) e Secretaria de Meio Ambiente (Semmam) com a empresa Geoambiente Sensoriamento Remoto, contratada para implantação e desenvolvimento do Sistema de Informações Georreferenciadas para Gestão Ambiental (SIGA).

Dentre as novidades que esse novo sistema irá trazer está a possibilidade do cidadão realizar denúncias de forma rápida utilizando o telefone celular, incluindo o envio de fotos. “Essa é uma prática que insere o cidadão como um fiscalizador das questões de interesse público e um agente participante das ações da gestão pública. Ações como essa buscam a agilidade e a transparência, pontos fortes da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior”, afirmou o titular da Sempe, Gustavo Marques.

O processo de contratação da empresa foi realizado através do Programa de Recuperação Ambiental e Melhoria da Qualidade de Vida da Bacia do Bacanga, financiado pelo Banco Mundial (Bird) e gerenciado pela Prefeitura de São Luís, através da Sempe. A consultoria contratada fará o desenvolvimento e a instalação do SIGA, além do treinamento dos servidores para manutenção e gerenciamento do sistema.

“Essa consultoria vai durar dez meses e irá fortalecer a política municipal de meio ambiente, através da criação desse sistema informatizado que dará maior agilidade aos processos administrativos e operacionais”, explicou o especialista socioambiental da Sempe, José Antônio Lopes.

De acordo com o superintendente de Qualidade Ambiental da Semmam, Raul Vilhena, os benefícios da informatização são importantes para a gestão ambiental. Ele explicou que a ferramenta permitirá ao interessado a realização de pesquisas sobre as questões ambientais do município de maneira rápida e eficaz, com acesso online a um banco de dados. Com o sistema, os pesquisadores terão acesso a informações confiáveis sem a necessidade de se deslocaram à sede da Semmam, no São Francisco.

O analista chefe da consultoria, Tiago Oliveira, ressaltou que o sistema vai aprimorar atividades como o licenciamento, fiscalização e monitoramento ambiental. “Estamos na fase de coleta de dados, e logo em seguida daremos início ao desenvolvimento do software, e após os testes e a aprovação preliminar implantaremos o SIGA”, comentou sobre o andamento do processo.

 

Please follow and like us: