Vale – Demanda por minérios deve voltar a crescer no final do ano.

por InfoMoney

A Vale revelou no final do mês de setembro suas projeções de que o crescimento da demanda por minério de ferro deva voltar a crescer no final deste ano, depois de medidas impostas pelo governo chinês para conter a indústria siderúrgica. “A demanda está boa”, disse José Carlos Martins, diretor de vendas, marketing e estratégia da mineradora, respondendo a repórteres chineses. “Vemos o mercado estável por dois a três meses, até voltarmos a crescer”.
Pequim corta produção
Cabe lembrar que o governo chinês limitou o fornecimento de energia às siderúrgicas do país e pediu que as plantas obsoletas encerrassem suas atividades neste mês, como forma de atingir suas metas energéticas e reduzir o excesso de capacidade. As medidas já mostram seus impactos: em agosto, o montante de importações chinesas da commodity mostrou sua maior queda dos últimos sete meses. No entanto, Martins minimiza as medidas impostas por Pequim. “Não sentimos nenhum impacto com tais medidas”, disse, argumentando posteriormente que elas “já afetaram a produção,
mas seus impactos não foram tão grandes”.
Câmbio e Hong Kong
O executivo também comentou a apreciação do câmbio doméstico, afirmando que a tendência deveria ser ” controlada a fim de que maiores impactos negativos sejam evitados”. Por fim, Martins comentou o anúncio da Vale de que pretende listar suas ações na Bolsa de Hong Kong, na forma de certificados de depósitos HDRs (Hong Kong Depositay Receipts), ainda este ano. “A idéia de listar ações em Hong Kong foi uma maneira de trazer uma alternativa aos chineses interessados em investir na Vale”, comentou. “Assim que Xangai criar condições, também poderíamos considerar a
oferta de papéis por lá. Mas por enquanto, acho que já é um grande passo listar a nossa empresa na bolsa de Hong Kong”, concluiu.

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

multicloud
GoogleCloud
DataFlow
Google Maps
Google Cloud
Google Maps
Google Maps
Google Cloud
Google Maps
Google Maps
Google Cloud
Google Cloud
Google Cloud
Armazenamento