Brasil pretende elevar produção de celulose em 57%.

por Celulose Online

A meta do Brasil no que se refere à produção de celulose é elevar cerca de 57% de sua produção. Segundo analistas do mercado, o país deve sair de uma produção de 14 milhões de toneladas de celulose – estimativa para o final deste ano – e pretende chegar a 2020 com 22 milhões de toneladas. Já o incremento na produção de papel deverá ficar em 30% nesse mesmo período, quando as fábricas brasileiras poderão colocar 12,7 milhões de toneladas no mercado.

Esses volumes, se confirmados, elevariam hoje o Brasil à segunda posição na produção de celulose. Na matéria-prima é possível que o país chegue a uma posição de maior destaque. Isso porque os dois países imediatamente à frente do Brasil não possuem perspectivas de crescimento como a que existe por aqui. Há dois anos, o Brasil subiu da 6º para a 4º posição no ranking dos maiores produtores de celulose e já é o 11º principal produtor de papel do globo, segundo a Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa).

Hoje, o primeiro lugar é ocupado pelos Estados Unidos. A China (2º coclocado) está fechando fábricas de celulose e busca no Brasil a alternativa para seu suprimento enquanto investe em novas máquinas de papel. O Canadá (3º colocado) possui um alto custo de produção.

De acordo com estimativas da Bracelpa, a demanda por celulose de fibra curta deverá crescer 3% ao ano até 2025, e, como o produto brasileiro é o que possui menor custo de produção, o Brasil deverá conquistar a maior parcela desse apetite mundial. No cenário de demanda por papéis, o volume ofertado deverá crescer 1,5% nestes próximos 15 anos.

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

Dominos
Framework Google Cloud
Product Locator
Bradesco Seguros
delivery
migração
fraude
cartão
Last Mile
Google Cloud
Google
API
Places Autocomplete
Neighborhood Discovery
Google Cloud
mariobet - supertotobet -

macbook tamir

- mersin eskort