Comunidade internacional discute normas da indústria geoespacial no Inpe.

por MundoGEO

Representantes do Brasil, EUA, Rússia, França, China e Japão estão reunidos esta semana no Laboratório de Integração e Testes (LIT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de São José dos Campos, para a busca de consenso na elaboração de novas normas para a indústria espacial.

Os participantes deste encontro fazem parte de três grupos de trabalho do subcomitê SC14 (Sistemas e Operações Espaciais) do TC20, o comitê para assuntos ligados à aeronáutica e espaço da ISO (International Organization for Standartization).

As discussões giram em torno de temas como engenharia de projeto, componentes eletrônicos, painéis solares, testes de lançadores e motores de foguete, combustíveis de satélites, entre outros.

“As comissões de estudos elaboram normas no intuito de melhorar a segurança, aumentar a confiabilidade e a qualidade dos produtos, facilitar parcerias e também reduzir custos”, explicou o coordenador do encontro Carlos de Oliveira Lino, que também é membro da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), representante na ISO.

As reuniões do SC14 representam, segundo o americano David Hirsch, um passo importante para a cooperação internacional e a unificação de objetivos na exploração espacial. “Trabalhando juntos conseguimos identificar problemas técnicos e buscar entendimentos entre parceiros”, afirmou Hirsch, líder do grupo de trabalho WG6 Materials and Process.

Para o líder do WG1 Design Engineering and Production, o japonês Keiichino Eishima, estas reuniões são fundamentais para que os participantes, Brasil, Japão, China, EUA e Agência Espacial Europeia (ESA), conheçam as tecnologias já existentes no mundo e troquem informações. “Se todos nós tivermos um bom padrão de qualidade, poderemos fazer bons negócios”, completou.

ISO

Com sede em Genebra, a ISO é uma organização internacional com 167 membros e que desenvolve e publica normas internacionais em várias áreas da tecnologia. O Brasil é representado neste órgão pela ABNT.

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

Localizador de Produtos
Cloud native
Google Maps
Google Maps
nuvem
Google Maps
Google Cloud
Google Cloud
Google Maps
Google Cloud
Nuvem
Google
Google Cloud
Google lança novos recursos de customização para o Maps no mobile
5 mitos sobre a estratégia multicloud
mariobet - supertotobet -

macbook tamir

- mersin eskort