Estande do Brasil está entre maiores da Conferência do Clima da ONU.

por Ambiente Brasil

Os participantes da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP 16), em Cancún, no México, ao passearem pelo Cancunmesse, um dos complexos que abrigam o evento, percebem que o Brasil se empenha para ocupar lugar de destaque nas questões climáticas.

O estande do país só é comparável em tamanho ao dos Estados Unidos, ao da União Europeia e ao do anfitrião México. São 450 metros quadrados que custarão cerca de R$ 900 mil de aluguel para as duas semanas de conferência, com os quais arcará o Ministério das Relações Exteriores, segundo informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

A estrutura e a manutenção do Espaço Brasil, que consumirão outros R$ 2,8 milhões, fica a cargo de empresas e instituções parceiras: Vale, Braskem, Camargo Corrêa, Unica, Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), União da Indústria de Cana-de-açúcar (Única), Confederação Nacional da Indústria (CNI), Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex), BNDES, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Eletrobras e Itaipu.

Além de um pequeno auditório para eventos, o Espaço Brasil tem uma exposição sobre a Amazônia

 

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

multicloud
GoogleCloud
DataFlow
Google Maps
Google Cloud
Google Maps
Google Maps
Google Cloud
Google Maps
Google Maps
Google Cloud
Google Cloud
Google Cloud
Armazenamento