EXCLUSIVO: Pesquisador estuda utilização de semicondutores orgânicos para produção de energia limpa.

por Ambiente Brasil

O professor Demétrio Filho, do Instituto de Física da Universidade de Brasília, apresentou na semana passada uma pesquisa que utiliza semicondutores orgânicos para a criação de telas extremamente finas e flexíveis e lâmpadas mais eficientes, durante o colóquio Caracterização de Moléculas Orgânicas, através de Cálculos Teóricos.

O pesquisador estuda o uso de ferramentas e cálculos teóricos em semicondutores orgânicos, compostos basicamente por carbono e hidrogênio. “Podemos combinar vários materiais e ajustar para um melhor rendimento”, explicou o professor, esclarecendo que os semicondutores inorgânicos são encontrados na natureza com propriedades eletrônicas definidas, como o caso do silício e arsenieto de gálio.

Entre as vantagens dos semicondutores orgânicos, destacam-se a possibilidade de redução de tamanho dos dispositivos eletrônicos, redução no consumo de eletricidade, flexibilidade mecânica, além do baixo custo.

“Com semicondutores orgânicos, podemos fazer placas finíssimas e transparentes”, afirmou o pesquisador, que reforçou ainda, que alguns países da Europa avaliam a possibilidade de incorporar essas placas transparentes às janelas das residências. “Eles funcionariam como painéis solares e produziriam energia”, explicou.

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

Localizador de Produtos
Cloud native
Google Maps
Google Maps
nuvem
Google Maps
Google Cloud
Google Cloud
Google Maps
Google Cloud
Nuvem
Google
Google Cloud
Google lança novos recursos de customização para o Maps no mobile
5 mitos sobre a estratégia multicloud
mariobet - supertotobet -

macbook tamir

- mersin eskort