EXCLUSIVO: Pesquisador estuda utilização de semicondutores orgânicos para produção de energia limpa.

por Ambiente Brasil

O professor Demétrio Filho, do Instituto de Física da Universidade de Brasília, apresentou na semana passada uma pesquisa que utiliza semicondutores orgânicos para a criação de telas extremamente finas e flexíveis e lâmpadas mais eficientes, durante o colóquio Caracterização de Moléculas Orgânicas, através de Cálculos Teóricos.

O pesquisador estuda o uso de ferramentas e cálculos teóricos em semicondutores orgânicos, compostos basicamente por carbono e hidrogênio. “Podemos combinar vários materiais e ajustar para um melhor rendimento”, explicou o professor, esclarecendo que os semicondutores inorgânicos são encontrados na natureza com propriedades eletrônicas definidas, como o caso do silício e arsenieto de gálio.

Entre as vantagens dos semicondutores orgânicos, destacam-se a possibilidade de redução de tamanho dos dispositivos eletrônicos, redução no consumo de eletricidade, flexibilidade mecânica, além do baixo custo.

“Com semicondutores orgânicos, podemos fazer placas finíssimas e transparentes”, afirmou o pesquisador, que reforçou ainda, que alguns países da Europa avaliam a possibilidade de incorporar essas placas transparentes às janelas das residências. “Eles funcionariam como painéis solares e produziriam energia”, explicou.

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

multicloud
GoogleCloud
DataFlow
Google Maps
Google Cloud
Google Maps
Google Maps
Google Cloud
Google Maps
Google Maps
Google Cloud
Google Cloud
Google Cloud
Armazenamento