Arquivos da categoria: DataSafra

DataSafra em destaque no Canal Terra Viva

DataSafra segue em destaque na mídia!

0

Nesta manhã, Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente, apresentou a plataforma DataSafra à jornalista Renata Maron, do programa Bem da Terra, em entrevista no canal Terra Viva.
Izabel destacou como todos os recursos tecnológicos envolvidos no DataSafra trazem dados extremamente estratégicos na tomada de decisão de fabricantes de insumos (sementes, silos, agroquímicos, entre outros), concessionárias de máquinas agrícolas, além de bancos e seguradoras na questão de financiamento agrícola e operações de barter.

CLIQUE AQUI, assista ao vídeo e confira a entrevista.

Please follow and like us:

O Agronegócio que ganha força com Geotecnologias

Em entrevista para Sara Kirchhof, do Canal do Boi, Izabel Cecarelli explica como o uso de Geotecnologias é fundamental para agregar valor e segurança no Agronegócio, principalmente nas operações financeiras e de Barter.
Assista ao vídeo e acompanhe a entrevista. E para ter mais detalhes do DataSafra, plataforma de monitoramento agrícola por satélite, que mostra a evolução da safra em tempo quase real, acesse: www.datasafra.com.br

Please follow and like us:

Safra de milho de inverno em MT é de 5,1 milhões de hectares

Até o primeiro decêndio de junho, 28% da área plantada já havia sido colhida.

safra-de-milho

O total de área plantada no Mato Grosso da atual safra de inverno de milho é de exatos 5,188 milhões de hectares. O número foi apurado pelo DataSafra, uma plataforma de monitoramento em tempo quase real da safra, que é baseado na análise de imagens captadas por diversos satélites. Trata-se do dado mais próximo da realidade plantada naquele estado, por não depender da declaração de produtores ou outros métodos estatísticos de amostragem.

Em relação à safra de inverno de milho em 2018, isso representa um aumento de 8,1% na área plantada em Mato Grosso, quando foram cultivados 4,798 milhões de hectares. Por meio do DataSafra, ainda é possível mapear a área colhida da safra atual. Até o primeiro decêndio de junho, 28% da área cultivada já havia sido colhida, ou seja, de 1,447 milhão de hectares.

A exatidão desse tipo de monitoramento auxilia na tomada de decisão por parte de fabricantes e distribuidores de insumos agrícolas, concessionárias de máquinas e implementos agrícolas, além de bancos e tradings, pois se tem de forma mais rápida e objetiva, a informação de qual a tendência da evolução da safra numa determinada região.

Exatamente por essa peculiaridade, a plataforma inovadora possibilita transformar dados em indicadores, incluindo informações detalhadas por municípios e até por talhões. Com ela, as empresas da cadeia do agronegócio podem realizar um melhor planejamento para suas equipes de vendas. A plataforma permite, ainda, a integração com o sistema de CRM das organizações, o que significa analisar, em caso de uma concessionaria de máquinas agrícolas, por exemplo, o tamanho da área plantada ou colhida com sua máquina ou de seu concorrente.

No caso dos bancos e tradings, vale acrescentar que o DataSafra fornece gráficos e tabelas com históricos de produtividade das safras anteriores e o monitoramento da safra atual, do desempenho da lavoura e previsão sobre a colheita. Com esses dados, as operações de barter ganham mais segurança, além de oferecer menor risco com consequente redução das despesas com fiscalização.

Fruto de um esforço de inteligência de diversos profissionais e de dois anos e meio de desenvolvimento, o DataSafra foi concebido pela Geoambiente, empresa com 25 anos de experiência na área de geolocalização e sensoriamento remoto. Atualmente focado nas culturas de milho e soja, a plataforma está disponível para o Mato Grosso, mas, em breve, se estenderá a outras culturas e outros estados.

Matéria publicada no portal AgroNews (31/07/2019)
Por: Assessoria

Please follow and like us:

DataSafra no programa Dia Dia Rural

No programa Dia Dia Rural (Canal Terraviva) desta segunda-feira (29 de julho), o apresentador Otávio Ceschi Junior recebeu, no quadro “Campo Digital”, Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente, para falar sobre o DATASAFRA e explicar como a plataforma de monitoramento agrícola que traz dados altamente estratégicos para inteligência de mercado e mitigação de riscos financeiros em operações de financiamento agrícola.

Assista à entrevista:

Please follow and like us:

Concessionárias de máquinas agrícolas do MT ganham aliado tecnológico para planejar sua estratégia comercial

DataSafra, plataforma de monitoramento por satélite, permite avaliar a área plantada em cada fazenda e associar a informação ao CRM da concessionária

datasafra_

A infinidade de sensores e demais dispositivos tecnológicos integrados nas máquinas e implementos agrícolas possibilita que seu fabricante consiga, em tempo real, localizar toda sua frota em operação. Essa tecnologia embarcada é de grande valia em termos de competitividade e de posicionamento de mercado em um cenário acirrado como é o do agronegócio brasileiro.

Porém, saber a quantidade e a localização de seus equipamentos não é o suficiente para formular uma estratégia comercial assertiva. A informação mais valiosa, certamente, é detectar, antecipadamente, para onde e em que ritmo avança a safra de um determinado ano. Só assim, é possível estar à frente concorrência.

No estado do Mato Grosso, essa informação já pode ser obtida facilmente, com o uso do DataSafra, uma ferramenta inovadora, que permite, com base na coleta e análise de imagens de satélites, saber, em tempo quase real, para onde se encaminha a expansão ou retração das áreas plantadas das culturas da soja e do milho por região, município e em cada fazenda.

Com os indicadores mapeados pelo DataSafra, a concessionária de equipamentos e implementos agrícolas pode consultar em mapas, tabelas e gráficos detalhados a informação sobre a área plantada do milho safrinha no Estado, durante toda a safra, bem como dados sobre onde ela cresceu ou recuou em relação à safra anterior ou à duas safras anteriores.

A área plantada pode ser vista também por fazenda e associada ao CRM da concessionária. Essa análise permite evidenciar se as vendas já realizadas para cada produtor, cliente da concessionária, estão suprindo as necessidades de sua produção ou se existe oportunidade para ampliação de vendas, oferta de novos implementos para atender diversificação de culturas plantadas, entre outros.

As informações fornecidas pela plataforma digital são originárias de diversos satélites, com a aplicação de complexos algoritmos e conceitos como Big Data e Inteligência Artificial. Isso significa que todos os dados possuem alta confiabilidade e precisão, ou seja, mostram realmente o que estava plantado – e até qual o estágio do crescimento atual em que se encontra a planta – no momento da análise por parte do distribuidor ou fabricante da máquina.

O acesso a todos esses indicadores vai permitir que a área comercial da concessionária de máquinas e implementos no Mato Grosso possa elaborar uma estratégia comercial eficiente, que resulte em um número maior de vendas aos produtores rurais da região.

Fruto de um esforço de inteligência de diversos profissionais e de dois anos e meio de desenvolvimento, o DataSafra foi concebido pela Geoambiente, empresa com 25 anos de experiência na área de geolocalização e sensoriamento remoto. Atualmente focado nas culturas de milho e soja, a plataforma está disponível para o Mato Grosso, mas, em breve, se estenderá a outras culturas e outros estados.

Fonte: assessoria de imprensa

Please follow and like us:

Plataforma de monitoramento DataSafra auxilia a estratégia comercial da indústria de insumos agrícolas

datasafra__

As dimensões continentais do Brasil exigem precisão nas estratégias comerciais e de distribuição dos fornecedores de insumos para a agricultura, pois as distâncias entre o local de fabricação e o ponto de entrega são enormes e os custos logísticos, devido à infraestrutura deficiente, são altos. Para conseguir um sistema de distribuição mais racional, os fabricantes e distribuidores de fertilizantes, defensivos e sementes precisam de um planejamento assertivo que contemple informações e tendências sobre plantio de safra e de colheita e, assim, ser mais eficiente no atendimento aos seus clientes.

Para auxiliar nesse planejamento, uma ferramenta tecnológica, o DataSafra, foi desenvolvida para levar dados precisos sobre áreas plantadas das culturas de soja e milho de segunda safra, por região, municípios e até por talhão plantado. Por meio da coleta e análise de imagens de satélites, a plataforma digital fornece, em tempo quase real, mapas, tabelas e gráficos detalhados sobre a expansão ou retração dessas culturas.

Atualmente ainda restrita ao mapeamento do Mato Grosso, a inovação permite transformar dados em indicadores úteis, que servirão também para orientar, com mais confiabilidade, as estratégias comerciais dos fabricantes de insumos agrícolas, incluindo os esforços de vendas, mobilização de equipes e realocação de recursos.

Com os indicadores mapeados pelo DataSafra, um fabricante de fertilizantes consegue ter na tela do computador, por exemplo, a informação de que a área plantada de milho safrinha no Mato Grosso era, em maio deste ano, de 4,8 milhões de hectares. A vantagem é que esse dado não foi informado ou estimado pelos produtores, mas sim fruto da análise de uma imagem real do que estava efetivamente plantado naquele momento, permitindo até saber qual o estágio de evolução da plantação.

É possível ainda antecipar tendências de para onde está avançando a plantação da cultura numa determinada região, uma vez que o DataSafra disponibiliza a situação de até duas safras passadas, permitindo análises comparativas. A ferramenta consegue descer a esse nível de detalhe graças ao cruzamento de dados levantados a partir de complexos algoritmos e até a utilização de conceitos como Big Data e Inteligência Artificial.

Fruto de um esforço de inteligência de diversos profissionais e de dois anos e meio de desenvolvimento, o DataSafra foi concebido pela Geoambiente, empresa com 25 anos de experiência na área de geolocalização e sensoriamento remoto. Atualmente focado nas culturas de milho e soja, a plataforma está disponível para o Mato Grosso, mas, em breve, se estenderá a outras culturas e outros estados.

Fonte: assessoria de imprensa

ACESSE: WWW.DATASAFRA.COM.BR

Please follow and like us:

DataSafra em destaque no programa Mercado Futuro

entrevistaEm entrevista para o programa Mercado Futuro, do Canal do Boi, Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente, apresenta o DataSafra, plataforma de monitoramento agrícola para inteligência de mercado e para mitigação de riscos financeiros em operações de financiamento agrícola. Na entrevista, Izabel também especifica os detalhes sobre o desenvolvimento e oferta da plataforma, além das diversas oportunidades para o público-alvo com o DataSafra.

Assista à entrevista:

Please follow and like us:

DataSafra permite acompanhar a evolução das safras de soja e milho safrinha em tempo real

Plataforma digital foi apresentada durante o TEA Brazil 2019

datasafra_assessoriadeimprensa

Ter na tela do computador, tablet ou smartphone a informação de que até o início de maio deste ano, a área plantada de milho safrinha no Mato Grosso era de exatos 4,8 milhões de hectares. Ou que a área plantada de soja da safra 2018/19 neste Estado foi de 9,1 milhões de hectares. Essa é a proposta do DataSafra, plataforma de monitoramento que facilita a análise comparativa de várias safras e foi apresentado por Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente durante o TEA Brazil 2019 – Fórum de Tecnologia na Agricultura, nesta quinta-feira (6), em São Paulo.

“O DataSafra detalha a evolução do plantio ao utilizar imagens de satélites e aplicar conceitos de Big Data e inteligência artificial, permitindo a tomada de decisão estratégica para fabricantes e distribuidores de insumos agrícolas, concessionárias de máquinas e implementos agrícolas, além de bancos e tradings”, explicou Izabel.

A plataforma inovadora possibilita transformar dados em indicadores, incluindo informações detalhadas por municípios e até por talhões. Em sua palestra, Izabel trouxe o exemplo de cidades que produziram na safra 2018-2019 entre 200 e 230 mil ha de soja que, apesar de manterem uma área plantada equivalente, apresentaram diferenças de comportamento, ou seja, períodos diversos de plantação, marcha de plantio e colheita. “Com isso, as empresas da cadeia do agronegócio podem realizar um melhor planejamento para suas equipes de vendas”, afirmou. “A plataforma permite, ainda, a integração com o sistema de CRM, o que significa analisar, em caso de um distribuidor de equipamentos, por exemplo, saber o tamanho da área plantada ou colhida com sua máquina ou de seu concorrente”, acrescentou.

No caso dos bancos e tradings, Izabel salientou que o DataSafra fornece gráficos e tabelas com históricos de produtividade das safras anteriores e o monitoramento da safra atual, do desempenho da lavoura e previsão sobre a colheita. “Com esses dados, as operações de barter ganham mais segurança, além de oferecer menor risco com consequente redução das despesas com fiscalização”, finalizou.

O TEA Brazil contou com uma programação ampla de palestras, ministradas por especialistas de instituições e empresas do setor. Além de Izabel, no painel Aumento da lucratividade com a transformação dos dados em indicadores e novas plataformas de comércio agrícola, participaram, Ricardo Inamasu, da Embrapa, Alex Santos, da Motorola, e Herlon Oliveira da Agrusdata.

No período da tarde, o evento apresentou painéis sobre segurança das informações, agrotecnologia, melhoramento genético das sementes e tendências globais de armazenamento, máquinas, fertilizantes e gestão no campo.

Assessoria de imprensa: Mecânica de Comunicação

Please follow and like us:

Izabel Cecarelli apresenta o DataSafra em entrevista ao canal Agropapo

A presidente da Geoambiente, Izabel Cecarelli, foi entrevistada no dia 23 de maio, por Ronaldo Luiz Araújo, articulador do Canal Agropapo (YouTube).
O tema da entrevista foi o DataSafra, plataforma de monitoramento agrícola para inteligência de mercado e para mitigação de riscos financeiros em operações de financiamento agrícola.

Assista à entrevista:

Please follow and like us:

Geoambiente apresenta o DataSafra no TEA Brazil 2019

No dia 6 de junho, a Geoambiente patrocinará o TEA Brazil – Fórum de Tecnologia na Agricultura. Neste evento, Izabel Cecarelli, presidente da Geoambiente, palestrará a todos os congressistas em painel sobre novas plataformas agrícolas, e a equipe da Geoambiente apresentará todos os detalhes do DataSafra e fará a demonstração da plataforma aos visitantes.

TEA_Brazil

Inscrições em https://www.sympla.com.br/tea-brazil-2019—forum-de-tecnologia-na-agricultura__423584

Please follow and like us: