Até 2025, 95% das novas iniciativas digitais serão nativas em nuvem; entenda os benefícios

nuvem0 2

A consultoria em tecnologia Gartner anunciou recentemente as 12 tendências estratégicas em tecnologia que devem ser priorizadas pelos gestores em 2022. As plataformas nativas da nuvem (CNPs – ou Cloud-Native Platform, em inglês) figuram na lista, indicando que as organizações investirão cada vez mais no desenvolvimento de aplicações em ambientes escaláveis de nuvem.

Assista: Websérie da Geoambiente e Google apresenta como criar apps serviços digitais nativos em nuvem

De acordo com a empresa, 95% das novas iniciativas digitais serão baseadas em Plataformas Nativas de Nuvem até 2025, em comparação com menos de 40% em 2021. Mas por que as companhias devem substituir a migração de “lift and shift” por plataformas nativas nuvem? A resposta é clara: estas plataformas utilizam recursos de computação em nuvem para fornecer soluções escaláveis e elásticas relacionadas à TI, “como um serviço”, acelerado a mobilidade e fomentando uma relação tempo/valor mais rápida e com redução de custos.

Conforme comentou David Groombridge, vice-presidente de Pesquisa do Gartner, os líderes de TI devem buscar soluções que potencializem os recursos de TI para permitir o crescimento e a inovação por meio de infraestruturas técnicas escaláveis e resilientes.

Leia mais: Computação em nuvem: o que é e o que pode fazer pelo seu negócio?

Por que criar aplicações e serviços digitais nativos em nuvem?

Em primeiro lugar, é importante entender o que são aplicações nativas em nuvem. São sistemas arquitetados e desenvolvidos de forma a aproveitar ao máximo os benefícios intrínsecos da computação em nuvem, tais como:

– Consumo de recursos sob demanda;
-Elasticidade que permite aumentar ou reduzir uso de recursos de forma automatizada;
– Uso de serviços autogerenciados;
– Alta disponibilidade.


O desenvolvimento dessas aplicações se sustenta pelo uso de novas abordagens, como devops, integração contínua, contêineres e arquitetura de microsserviços, que permitem desenvolver e entregar de forma rápida e consistente funcionalidades que gerem valor para os negócios. Desse modo, as aplicações cloud native trazem mais resiliência ao sistema, alta disponibilidade, implantação em diferentes regiões geográficas de acordo com a demanda, além da redução robusta de custos por serem cobradas somente pelo recurso utilizado no momento em que há demanda.

5 razões para migrar sua aplicação para a nuvem

  1. Agilidade
    As tecnologias legadas de uma empresa não conseguem ser flexíveis para acompanhar as novas tendências. Os desenvolvedores podem ganhar velocidade de desenvolvimento e melhorar a automação ao migrar aplicativos para uma plataforma moderna baseada em contêiner, reduzindo a velocidade de lançamento de novos produtos e serviços no mercado e aumentando o ritmo de inovação.
  2. Produtividade
    Os aplicativos nativos da nuvem se beneficiam de uma infraestrutura pronta para uso que permite aos desenvolvedores acessar e reutilizar componentes existentes, como APIs, virtualização de dados, mecanismos de fluxo de trabalho e outros. Isso reduz a complexidade do processo de desenvolvimento e permite que os desenvolvedores se concentrem no que importa para o negócio.
  3. Escalabilidade e confiabilidade
    O escalonamento elástico sob demanda da nuvem amplia o uso de recursos de computação, armazenamento e outros. Essa escalabilidade atende a qualquer perfil de demanda, sem a necessidade de planejamento ou provisionamento de infraestrutura extra. Além disso, a recuperação de desastres também é mais rápida em nuvem.
  4. Custos mais baixos
    A tecnologia nativa da nuvem é baseada em modelos de pagamento por uso, o que reflete em economias de escala ao se trocar os gastos de CAPEX por OPEX. Com gastos de CAPEX mais baixos sobram mais recursos de TI para se investir no desenvolvimento, e não na infraestrutura. Além disso, os custos gerais com hospedagem também são mais baixos.
  5. Menor dependência de fornecedor
    Desenvolver aplicativos nativos em nuvem oferece uma gama de possibilidades de ferramentas a serem utilizadas, sem que seja necessário ficar restrito a tecnologias legadas. Os aplicativos nativos em nuvem são mais portáteis, sendo possível utilizar infraestrutura de várias nuvens ou migrar para o provedor que oferece o melhor custo-benefício para sua empresa.

Google Cloud: plataforma de desenvolvimento escalonável

A abordagem de desenvolvimento nativo em nuvem é decisiva para a inovação e desenvolvimento de novos produtos, impulsionando o crescimento dos negócios.

Escolha o Google Cloud como sua plataforma de desenvolvimento de aplicativos em nuvem e tenha acesso a recursos escalonáveis e tecnologias recentes, reduzindo despesas com infraestrutura fixa.

Vantagens de migrar para a nuvem do Google:

  • Cobertura global: utiliza a rede de fibra óptica global privada do Google, que oferece interconectividade direta entre os data centers
  • Migração em tempo real: com o Google Cloud você pode migrar cargas de trabalho de uma máquina virtual para outra sem interrupção
  • Segurança: fornece os mesmos níveis de segurança dos serviços próprios do Google, como Gmail, Docs e pesquisa
  • Preço: precificação de serviços por segundo, com descontos para instâncias de longa duração. Não exige assinatura, ou seja, você paga pelo uso


Geoambiente - Google Cloud Premier Partner

A Geoambiente é parceira premier do Google Cloud e oferece ao mercado a solução Google Cloud enquanto plataforma, além de serviços desenvolvidos pelo nosso time de especialistas com base na tecnologia em nuvem.

Quer saber como podemos ajudar a transformar seu negócio também?   

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

Dominos
Framework Google Cloud
Product Locator
Bradesco Seguros
delivery
migração
fraude
cartão
Last Mile
Google Cloud
Google
API
Places Autocomplete
Neighborhood Discovery
Google Cloud
mariobet - supertotobet -

macbook tamir

- mersin eskort