Google Cloud é líder em infraestrutura e plataforma de serviços, segundo quadrante mágico do Gartner

Google Cloud0 2

Por quatro anos consecutivos, o Google é reconhecido como provedor líder no Quadrante Mágico do Gartner em 2021 para Infraestrutura em Cloud e Serviços de Plataforma.

Esta é a chancela do trabalho da empresa em computação em nuvem e inovação, impulsionando organizações do mundo inteiro em suas jornadas de transformação digital.

Confira a seguir os principais diferenciais da Google Cloud Platform (GCP) que posicionam a empresa como líder global em serviços de computação em nuvem.

Leia mais: Google Cloud Platform: conheça os principais recursos de computação em nuvem

Cargas de trabalho de missão crítica

A nuvem corporativa do Google oferece desempenho e escala para executar até mesmo cargas de trabalho mais exigentes. Isso se deve em virtude dos investimentos feitos pela gigante de tecnologia em sua infraestrutura, que tornam o Google Cloud:

• A maior máquina virtual (VM) habilitada para GPU de nó único do setor, com até 16 instâncias NVIDIA A100 para que os clientes possam executar suas cargas de trabalho de machine learning.
• A única nuvem compatível com SAP HANA de 96 TB de expansão para que os clientes possam trazer com segurança suas cargas de trabalho mais críticas para a Google Cloud Plataform (GCP).
• Parcerias estratégicas com parceiros líderes como SAP.
• Várias regiões e uma rede global expandida, incluindo novos cabos submarinos Firmina, Dunant, Blue e Raman.
• Rede de alta largura de banda 50/75/100 Gbps para VMs.
• Persistent Disk Extreme (armazenamento em bloco) com 120K IOPS.
• Filestore High Scale para exportação de NFS para HPC.

Redução de gastos

A GCP permite “poupar” seu dinheiro com uma abordagem transparente e inovadora de preços, além de recomendações inteligentes. No ano passado, o Google lançou várias inovações para ajudar a economizar:

• Tau VMs, que oferecem o melhor preço-desempenho entre as principais nuvens para cargas de trabalho de escalabilidade horizontal.
• Autoescalonamento preditivo baseado em aprendizado de máquina para VMs e GKE Autopilot, permitindo que a infraestrutura seja escalonada para cima e para baixo, conforme necessário, com o mínimo de desperdício.
• Camada de rede padrão que roteia o tráfego pela internet para otimização de custos.

Padrão aberto

O Google possui uma longa história de liderança em tecnologias abertas, de projetos como Kubernetes (o padrão do setor em orquestração e interoperabilidade de contêineres), ao TensorFlow (plataforma para ajudar qualquer pessoa a desenvolver e treinar modelos de aprendizado de máquina). Aqui estão algumas melhorias recentes realizadas para garantir que sua nuvem seja aberta:

Anthos estendido para bare metal e Microsoft Azure para oferecer suporte a clientes que desejam uma postura de nuvem híbrida e multi-nuvem.
• Lançamento de novo plano de dados de rede para Google Kubernetes Engine (GKE) e Anthos que oferece suporte a eBPF, uma tecnologia kernel Linux de código aberto otimizada para Kubernetes.
• O Google Kubernetes Engine (baseado no padrão Kubernetes) recebeu a pontuação geral mais alta com base no “Solution Scorecard para Google Kubernetes Engine” do Gartner em 2021.

Segurança


A infraestrutura confiável do Google Cloud utiliza camadas de segurança para proteger seus dados com tecnologias e operações avançadas, mantendo sua organização segura e em conformidade. Confira os recursos:

• VMs confidenciais e GKE confidencial com criptografia na memória e chaves de criptografia controladas por você, com uma única caixa de seleção.
• Segurança aprimorada para Cloud Run.
• Suporte robusto contra ataques DDoS. Em 2017, a infraestrutura absorveu o maior ataque DDoS em 2,5 Tbps sem impacto para os clientes.

Sustentabilidade

O Google Cloud auxilia os clientes a transformarem seus negócios de maneira sustentável. Operam a nuvem mais limpa do setor para garantir que sua pegada digital não emita carbono. Aqui então algumas das melhorias implantadas:

• O Google é neutro em carbono desde 2007 e, nos últimos quatro anos, equiparou 100% da eletricidade que consumida globalmente às compras de energia eólica e solar. Tudo o que você executa no Google Cloud é neutro em carbono.
• A empresa está sempre inovando para aumentar a eficiência energética em seus data centers e, em comparação com cinco anos atrás, agora fornece cerca de sete vezes mais potência de computação com a mesma quantidade de energia elétrica.
• Recentemente, o Google anunciou novos recursos para ajudar os clientes a reduzir a pegada de carbono de seus aplicativos e infraestrutura, incluindo um seletor de região para ajudar nas decisões de arquitetura e indicadores de baixo carbono no Google Cloud Console.


Geoambiente - Google Cloud Premier Partner

A Geoambiente é parceira premier do Google Cloud e oferece ao mercado a solução Google Cloud enquanto plataforma, além de serviços desenvolvidos pelo nosso time de especialistas com base na tecnologia em nuvem.

Quer saber como podemos ajudar a transformar seu negócio também?   

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

Google Maps
Google Cloud
Nuvem
Google
Google Cloud
Google lança novos recursos de customização para o Maps no mobile
5 mitos sobre a estratégia multicloud
Google Cloud
Google Cloud
Google Cloud
multicloud
Cloud Run: desenvolva aplicações em contêiners sem servidor no Google Cloud
Anthos
Google Next
multicloud