Android, sistema do Google, começa a ser adotado em tablets.

por Folha.com

Com a intenção de abocanhar parte do lucrativo mercado dos tablets -que começo a ser desbravado em abril pelo iPad-, diversas fabricantes preparam para lançar produtos entre os últimos dois meses de 2010 e os primeiros meses de 2011.

Dell, Huawei, Samsung e ZTE anunciaram dispositivos de formatos variados com diferentes configurações (veja tabela abaixo), com um ponto em comum: o uso do sistema operacional Android, do Google.

O robozinho vem defasado no V9, da ZTE, e S7, da Huawei. Ambos carregam a versão 2.1. Já o Streak, da Dell, e Galaxy Tab, da Samsung, vêm com o 2.2.

Hugo Barra, diretor de produtos para dispositivos móveis do Google, disse que “a forma com a qual o Android Market funciona não é compatível em todos esses dispositivos, o que fará com que os aplicativos que estão ali disponíveis não funcionem corretamente. Entre os gadgets que podem gerar este tipo de bug, estão os tablets. O Froyo [codinome da versão 2.2] definitivamente não está otimizado para eles”.

A companhia promete um sistema completamente otimizado para os tablets -que pode ser a versão 3.0.

Enquanto isso, outras empresas vão adaptando o Android, como a livraria americana Barnes & Noble fez com a nova versão do leitor de livros eletrônicos Nook.

FUNCIONAM BEM

Apesar da incompatibilidade de resolução de alguns aplicativos, a versão 2.2 parece funcionar bem nos quatro dispositivos.

A tela resistiva do S7 dificulta a fluidez do toque, enquanto a velocidade de resposta do V9 deixa um pouco a desejar. Já o Streak parece mais um grande telefone do que um tablet pequeno.

O Galaxy Tab e outros três dispositivos são capazes de fazer ligações telefônicas.

 

Posts relacionados

Deixe um Comentário

Posts mais recentes:

Google Maps
Google Cloud
Nuvem
Google
Google Cloud
Google lança novos recursos de customização para o Maps no mobile
5 mitos sobre a estratégia multicloud
Google Cloud
Google Cloud
Google Cloud
multicloud
Cloud Run: desenvolva aplicações em contêiners sem servidor no Google Cloud
Anthos
Google Next
multicloud